• (21) 3042-6445
  • comunica@koinonia.org.br
  • Rua Santo Amaro, 129 - RJ

“Negro, sim! Sou negro!”: Artur Azevedo e os debates racialistas de finais do século XIX

Por Julia Soares Leite Lanzarini de Carvalho

Resumo

A proposta desse trabalho é identificar a maneira como a peça Fritzmac, escrita por Artur e Aluísio Azevedo, em 1889, se inseria nos debates racialistas e evolucionistas altamente em voga em finais do século XIX. A hipótese inicial é de que ela apresenta a miscigenação como uma marca do povo brasileiro. O mais interessante, entretanto, será examinar em que sentido essa perspectiva estava em intenso diálogo com o universo de encontros, trocas e disputas simbólicas e sociais do Rio de Janeiro Oitocentista. Não apenas refletindo, mas o alimentando, amplificando e reconfigurando.

Palavras-chave: Século XIX, Raça, Teatro.

Clique aqui e faça o download do artigo na íntegra

FONTE: Revista OQ, v. 3, n. 3, maio. 2016

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content