• (21) 3042-6445
  • comunica@koinonia.org.br
  • Rua Santo Amaro, 129 - RJ

Assistência técnica atenderá 480 famílias quilombolas em Pernambuco

Iniciativa faz parte do Projeto Quilombola, do Plano Brasil Sem Miséria, no qual a Seppir é parceira junto com o MDA, MDS, Fundação Palmares e Secretaria do Patrimônio da União (SPU) do Ministério do Planejamento.
 
Entre os dias 14 e 15 de fevereiro o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) irá participar da última etapa de capacitação dos técnicos que prestarão serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) em quatro comunidades quilombolas em Pernambuco. Os trabalhos de campo terão início ainda neste mês e atenderão 480 famílias nas comunidades quilombolas de Macaco, Izabel, Angico e Angico de Cima, que ficam nas proximidades do município de Bom Conselho (PE).
 
Durante o treinamento será feito o planejamento das ações com a equipe de Ater e com os parceiros locais que ajudarão a viabilizar o projeto. Dentre eles a prefeitura, secretarias municipais, secretarias de Estado, delegacia federal do MDA e lideranças das próprias comunidades quilombolas. Os grupos irão visitar as comunidades quilombolas que vão receber os serviços de Ater a serem prestados pelas entidades vencedoras da terceira chamada pública de Ater para quilombolas realizada em 2011.

 

De acordo com a coordenadora do Instituto Vida, entidade vencedora da chamada pública em Pernambuco, Lucia Helena Ramos, o treinamento tem a finalidade de aperfeiçoar as parcerias com entidades governamentais e fazer um diagnóstico das comunidades quilombolas para garantir a eficácia das ações do projeto. “O objetivo é garantir a inclusão social, a inclusão da mulher, além de fortalecer a identidade desses grupos quilombolas e dar condições para que eles desenvolvam a produção rural e a comercialização dos produtos, gerando renda para as famílias”, disse. Lucia Helena Ramos também destacou a importância de se trabalhar a questão cultural com as comunidades.

 

A entidade atenderá as comunidades com uma equipe formada por oito profissionais formados nas áreas de psicologia, sociologia, pedagogia, zootecnia, veterinária e técnicas agrícolas, além de dois profissionais advindos de quilombos. Em campo, os técnicos vão concluir o diagnóstico das famílias levando em conta os aspectos sociais e econômicos e levarão informações sobre programas do governo federal de inclusão social, como o Plano Brasil Sem Miséria e o Luz Para Todos.

 

O assessor especial para Povos e Comunidades Tradicionais do MDA, Edmilton Cerqueira, afirma que é importante a receptividade das famílias com os técnicos de ATER que prestarão a assistência, e que esse processo funciona como uma troca de aprendizado. “Os técnicos vão apresentar um conjunto de políticas trazidas pelo Plano Brasil Sem Miséria, como a distribuição de sementes, políticas de acesso a água e a energia, e também políticas de fomento a produção agrícola”, explicou.

 

A Chamada Pública
 
A Chamada Pública nº 003/2011 – Projeto Quilombola, do Plano Brasil Sem Miséria, é uma parceria entre o MDA, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Fundação Palmares, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) do Ministério do Planejamento. Com um investimento de R$ 7,5 milhões, o MDA contratou, pela Chamada, cinco entidades para atender 4,8 mil famílias de 39 comunidades quilombolas nos municípios de Francisco Sá (MG), Pai Pedro (MG), Jaíba (MG), Porteirinha (MG), Catuti (MG), Janaúba (MG), Monte Azul (MG), Conceição da Barra (ES), São Mateus (ES), Santarém (PA), Bom Conselho (PE), Campo Formoso (BA) e Alcântara (MA).
 
Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER)
 
Os serviços de ATER promovem a profissionalização no campo, sempre respeitando as características de cada comunidade. A ATER proporciona a inserção de novas tecnologias e métodos de execução de atividades agrícolas, além de priorizar a sustentabilidade.

 

Programação
Dia 14/02/2012
9h às 12h – Reunião com a Coordenação e Equipe Técnica do Instituto Vida Projeto ATER quilombola.
14h às 18h – Reunião com parceiros locais e estadual do Projeto ATER quilombola.
Local: Auditório do STR no município de Bom Conselho (PE)
Dia 15/02/2012
9h às 14h – Visita as comunidades quilombolas do município de Bom Conselho.
Local: Comunidade Quilombola de Angico e Angico de Cima – Bom Conselho (PE)

 

 

<O Observatório Quilombola publica todas as informações que recebe, sem descartar ou privilegiar nenhuma fonte, e as reproduz na íntegra, não se responsabilizando pelo seu conteúdo.>                      

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *