Ciranda de Antropologia e Direito para Comunidades Negras Tradicionais - para site

Inscrições abertas: encontros quinzenais discutem direitos de comunidades negras tradicionais

O Projeto Ciranda de Antropologia e Direito para Comunidades Negras Tradicionais abre inscrições para a série de eventos virtuais que ocorrerão entre 04 de abril e 27 de junho.

Serão sete encontros quinzenais às segundas-feiras, a partir de 19h, pela plataforma Zoom, com transmissão pelo Youtube de KOINONIA.

Entre os temas, estão o racismo, intolerância religiosa, racismo ambiental, regularização fundiária de terreiros e quilombos, Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC) e patrimônio. A cada encontro um ou mais convidados apresentam e discutem um assunto.

Com o objetivo de ampliar a concepção de direitos, apresentando as principais questões do universo jurídico e antropológico relacionadas às comunidades negras tradicionais, especialmente os povos de terreiro e comunidades quilombolas, o projeto é uma parceria de KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço, do Observatório de Riscos e Vulnerabilidades Socioambientais da Baía de Todos os Santos – ObservaBaía, vinculado à Universidade Federal da Bahia (UFBA), e da Comissão Especial de Combate à Intolerância Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Estado da Bahia (OAB-BA).

Com linguagem acessível, sem perder o rigor técnico, os assuntos abordados serão apresentados por meio da educação jurídica popular, a partir do método construtivista.

Observação: Os inscritos que participarem de, no mínimo, quatro encontros terão direito a certificado emitido pela UFBA.

Em caso de dúvidas, envie um e-mail para cirandadeantropologiaedireito@gmail.com

Comments are closed.