busto mãe gilda

Homenagem: busto de Mãe Gilda de Ogum completa sete anos

Símbolo consagrado da luta contra a intolerância religiosa, Mãe Gilda de Ogum recebeu há sete anos uma bela homenagem na Lagoa de Abaeté, Bahia, local próximo à sua casa espiritual, Axé Abassá de Ogum.

No último domingo (28), KOINONIA participou da celebração do aniversário do busto de Mãe Gilda, erguido às margens da Lagoa.

Conduzido pela Iyalorixá Jaciara Ribeiro, filha consanguínea de Mãe Gilda e que assumiu o terreiro fundado pela mãe, o evento reuniu um grupo de mulheres negras que lembraram o legado deixado pela sacerdotisa.

Mãe Gilda de Ogum morreu em 21 de janeiro de 2000, após sofrer diversos ataques motivados por intolerância e racismo religioso. Em 2007, a data ficou marcada como o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, um momento necessário e urgente em um país onde infelizmente ainda se pratica a violência movida pelo preconceito de raça e fé.

Comments are closed.