WhatsApp Image 2021-12-06 at 12.18.50

Fórum Popular de Segurança Pública da Bahia debate intolerância e racismo religioso

Uma roda de diálogo realizada no último dia 29 debateu a intolerância e o racismo religioso em Salvador (BA).

Organizado pelo Fórum Popular de Segurança Pública da Bahia, o evento buscou discutir sobre a relação da Segurança Pública com os terreiros de Candomblé e religiosos de matriz africana, tendo em vista os relatos de casos dos assistidos por KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço e IDEAS Assessoria Popular – enquanto interlocutores do Fórum Popular de Segurança Pública da Bahia – sobre violações de direitos e violência a partir âmbito dos eixos “territórios”, “combate às opressões” e “profissionais da segurança”.

Lideranças de religiões de matriz africana compartilharam relatos e pensaram conjuntamente estratégias de enfrentamento. Mediado pela colaboradora de KOINONIA, Camila Chagas, a roda teve como convidados o Ogan do Ilê Axé Torrun Gunan, Lucas Omowe; a Ialorixá do Ilê Axé Obá Adinilá, Jaciara dos Santos, e o Ogan do Ilê Axé Asiwaju, Silvo Rosário.

O Fórum Popular de Segurança Pública da Bahia é uma articulação da sociedade civil que reúne movimentos sociais, núcleos de pesquisa, coletivos e organizações comunitárias, com o objetivo de fomentar e incidir sobre o debate das políticas públicas de segurança, de maneira popular, a partir das especificidades da Bahia, que compartilha uma realidade de aumento progressivo da violência letal e intensificação da criminalização da pobreza e dos movimentos sociais.

Comments are closed.