Profeta da unidade

Profeta da Unidade

É útil e altamente significativo, às vezes, redescobrir as personalidades do passado, que marcaram seu tempo com uma presença exemplar e atuação construtiva. Erasmo Braga.Um nome conhecido; “tem sido visto em frontispício de Escolas e em tabuletas de rua”. Mas quantos, hoje sabem exatamente quem foi ele? O autor dedicou-se à presente pesquisa biográfica na convicção de que a evocação desta figura do passado representa um serviço positivo de informação educativa para os brasileiros de hoje. Eis, epigraficamente, os traços evangélico e líder ecumênico, o vulto que vai ocupar estas páginas nos permitirá ver, ao seu redor, toda uma galeria de gente ilustre das primeiras décadas deste século”. A vida e o pensamento de Ersmo Braga, numa narração fácil e envolvente, passam a ser vividos novamente neste livro, como exemplo e mensagem não só válidos também para os dias de hoje, mas que podem inclusive alcançar nova repercussão nas circunstâncias caóticas de nossa vida cultural e social, tornando-se advertência e guia ao mesmo tempo para rumos mais construtivos de nossa história.

Autor: Júlio Andrade Ferreira
Tempo e Presença Editora Ltda. 1975.

Vem Espírito Santo

Vem, Espírito Santo, renova toda a criação

Reunimos neste livro seis estudos bíblicos sobre o tema. Acompanhados de ricos comentários e testemunhos de pessoas de várias partes do mundo, eles nos ajudam a refletir sobre a relação entre nossa confissão de fé no Espírito e dos desafios que ela nos traz, como indivíduos e como comunidades.
Nem todos poderemos estar presentes em Canberra, mas é possível participar em estudo, espírito e oração, e permitir que a renovação pela qual oramos possa começar conosco em nossa congregação e comunidades local.

Organizador: Anivaldo Padilha
CEDI/CMI. 1990. 109p.

Publicações (22)

Candomblé: Diálogos Fraternos para Superar a Intolerância Religiosa

Este livro é uma edição revista e ampliada, continuidade de um consenso inédito entre várias casas de candomblé e marca um protesto vivo contra a intolerância religiosa. Cada terreiro participante dos debates registrados nestas páginas empenhou-se em contribuir para a confirmação dos princípios comuns a todos os outros, mantendo o respeito a diferntes práticas, sem abandonar suas convicções religiosas